Pilates Solo – O que é, pra que serve, e quais são os principais exercícios

Pilates Solo – O que é, pra que serve, e quais são os principais exercícios

Já citamos nesse post os diversos benefícios que o Pilates oferece, como equilíbrio, coordenação, postura, respiração dentre vários outros.

Agora, o que é melhor para se trabalhar: o Pilates solo ou o que utiliza aparelhos?

Nesse trecho iremos expor todas as diferenças entre essas duas possibilidades para você decidir qual é o melhor para trabalhar com seu aluno, de acordo com os objetivos que deseja alcançar.

Importante lembrar que você não precisa fazer uma escolha entre um e outro, pelo contrário, o melhor é sempre trabalhar com Equipamentos e Solo, pois eles se complementam.

A diferença básica entre essas duas modalidades é a de que no Pilates solo você não conta com a ajuda de molas, cama e outros recursos que auxiliam a prática dos movimentos.

Esse método depende única e exclusivamente da força do próprio corpo para realizar os exercícios, e quase sempre o desafio é que você vença a gravidade, ou seja, que você consiga sustentar seu peso corporal nos mais diversos movimentos do corpo de 21 que você fará contra a ação da gravidade.

Essa força vem especialmente da ativação do que chamamos no Pilates de “Power House”ou “Casa de Força”, que são um conjunto de músculos profundos, especialmente o transverso abdominal e os multífidos, que quando ativados, promovem estabilidade e sustentação para todos os movimentos que você necessita fazer.

Outros diferenciais do Pilates solo é que essa modalidade oferece mais dificuldades que a feita com exercícios, pois ele exige uma consciência corporal, força, flexibilidade e equilíbrio, sendo assim é importante você como instrutor preparar seu aluno para executar movimentos com uma maior complexidade.

Outro adendo que aumenta o grau de dificuldade é que geralmente se utiliza a bola, foam roller, dentre outros acessórios para a execução.

Como já dito, os exercícios utilizam o próprio corpo e oferecem uma maior dificuldade na execução, por isso o instrutor precisa estar atento se é a modalidade certa para o aluno iniciar, pois os iniciantes e intermediários irão ter maior dificuldade na execução correta, o que pode não se encaixar nas expectativas deles.

O Pilates solo deve utilizar, essencialmente, os seis princípios do método; concentração, centralização, fluidez, respiração, precisão e controle.

Além disso é uma modalidade recomendada para alunos que querem ter mais interação durante as aulas, pois é menos exclusiva e geralmente praticada com vários alunos juntos na mesma aula.

PILATES-SOLO-10

Essa modalidade oferece também diversos benefícios diferentes, tanto para o aluno como para seu Studio de Pilates.

Para o aluno são bem perceptíveis os ganhos, como o aumento da força, flexibilidade, equilíbrio, dentre outros.

O corpo se tornar mais forte e flexível auxilia o combate as dores, que surgem com a má postura por exemplo.

Além disso, como já citado, o Pilates solo trabalha em conjunto com o corpo de 21, muito com a região da coluna vertebral, o que faz com que ela volte a se alinhar e restabelece o equilíbrio do corpo como um todo.

Para as mulheres, há ainda outros benefícios como a melhora do aspecto da celulite, a definição da silhueta e o alivio dos sintomas da TPM.

Para o seu Studio de Pilates, o Pilates solo pode oferecer o benefício principal de custo, pois além de haver baixo gastos com acessórios e materiais, essa modalidade pode ser oferecida em academias, condomínios, clubes, não somente dentro da sala.

Porém é importante lembrar que a didática e o conhecimento do instrutor farão muita diferença para a execução das aulas.

Uma dica importante também, é que durante a execução dessa modalidade, você ressalte o benefício de trabalhar a respiração certa durante as aulas do Pilates solo.

Esse controle de inspiração e expiração pode ser usado em diversas situações da vida do aluno, pois ajuda o aluno ter mais controle sobre suas emoções auxiliando até em problemas psicológicos.

O Pilates solo além de fortalecer o corpo inteiro, trabalha muito com alongamento e acrescenta o lúdico aos exercícios, pois o uso de acessórios, ajuda a essa modalidade se tornar mais lúdica, fazendo com que as aulas sejam mais divertidas e atrativas para futuros alunos, o que é um bom meio também de atrair mais alunos para seu Studio de Pilates.

Depois de todos os benefícios citados, você tem dúvidas de como aplicar o Pilates solo no seu Studio?

Veja várias dicas da melhor forma de fazer isso aqui.

Agora vamos deixar alguns dos principais exercícios para você que quer começar a introduzir a modalidade em suas aulas:

– Swimming : Esse exercício traz benefícios como a melhora da movimentação do quadril, fortalecimento da coluna vertebral e melhora da mecânica de movimentos como andar ou correr.

A posição indicada para a execução é deitado em decúbito ventral, com as pernas em paralelo e os braços ao longo do corpo.

A ponta do nariz deve ficar voltada para o colchonete. Tome cuidado para não arquear a coluna lombar.

E para executar:

Inspire e eleve a perna direita e o braço esquerdo lentamente.
Expire e retorne à posição inicial.
Inspire e, dessa vez, repita o movimento com a perna e o braço contrário.
Expire e retorne à posição inicial.
São indicadas 5 a 10 repetições de cada lado.

pilates-solo-6

– Shoulder bridge ou ponte de ombros: Esse movimento oferece benefícios na diminuição da carga de peso na coluna lombar e na mobilidade da coluna.

A posição indicada para execução é deitado em decúbito dorsal, com os joelhos flexionados e os pés apoiados no chão, na largura dos quadris.

Ative o powerhouse e oriente os alunos quanto ao relaxamento dos ombros.

Para a execução: Inspire e, ao expirar, eleve o quadril.

Inspire segurando o quadril nessa posição e, ao expirar, retorne à posição inicial, observando o momento em que cada vértebra da coluna toca o colchonete.

São indicadas 3 séries de 10 repetições.

Para ver mais dicas de exercícios e ler mais sobre o Pilates solo ou mat Pilates acompanhe o nosso Blog!

Emagrecer Com Dieta

giovana_academia

Emagrecer pode ser muito simples e fácil desde de que você consiga seguir uma dieta e uma rotina de exercícios constantes.

Temos ai no mercado diversos tipos de dietas que podem dar resultado, ou, não, depende muito mais da disciplina da pessoa do que propriamente da dieta.

Veja no caso da dieta detox, quantas pessoas passaram a a adotá-la e conseguiram grandes resultados e outras não. Percebemos que as pessoas que conseguiram emagrecer, estavam dispostas a saírem de suas zonas de conforto, e sabemos que li dar com a fome pode ser um dos maiores desafios do ser humano.

Uma pessoa que está acostumada a comer demais, fica presa primeiro a satisfação ligada pelo alto volume de comida armazenado em seu estômago, e segundo pelos prazer ligado ao sabor dos alimentos.

Imagine alguém que está acostumado a comer somente frituras, tomar refrigerantes,  comer doces, trocar de hábitos para alimentos que não contém o mesmo sabor.

Na verdade é tudo uma quebra de padrão mental, os alimentos mais saudáveis também podem proporcionar muito prazer ao paladar, assim como os alimentos que não tão saudáveis, mas a disposição para mudar a mente em relação a isto é a maior barreira que as pessoas que desejam emagrecer.

Hábitos mentais sejam em todas as áreas podem ser quebrados, ou, trocado por outros, mas para isso né necessário muita persistência.

Foi pensando em ajudar esta mudança de hábito que a Nutricionista e Atleta Fitness Giovana Guido vem fazendo um excelente trabalho para ajudar pessoas que desejam emagrecer, ou, ganhar massa muscular a atingirem seus objetivos.

Veja no vídeo abaixo algumas dicas para emagrecer mais rápido que

Emagrecer pode ser muito fácil e simples desde que você tenha um acompanhamento adequado.

Se você gostou dessas dicas de emagrecimento, acesse o nosso site http://emagrecercomdieta.com e faça o download grátis do E-Book com 20 receitas para emagrecimento e ganho de massa muscular